sexta-feira, 16 de agosto de 2013

Música nº 18 - Sem Distância - 23/06/2013. Autores: Música, Ari Araujo Rodrigues - Letra, Elvira Gaioli Rossi.


Chega aqui, estás tão perto,
Menos de uma légua e meia,
Vem me ver que estou sofrendo
Aproveita a lua cheia...
Esse brilho nos caminhos
Que essa lua faz chegar
Me dá uma saudade louca,
Vontade de te abraçar.
Légua e meia oh, oh!
Lua cheia ah, ah!
De afagar os teus cabelos,
De sentir o teu perfume
Essa ausência traz mil zelos,
Só desperta o meu ciúme...
De sorrir no teu sorriso,
De me ver no teu olhar,
De sentir no meu ouvido
Teu jeito bom de falar.
Légua e meia oh, oh!
Lua cheia ah, ah!
Chega aqui, estás tão perto,
Menos de uma légua e meia.
Vem me ver que estou sofrendo
Aproveita a lua cheia...
Lua cheia oh, oh!
Légua e meia ah, ah!
Lua cheia, légua e meia!

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

Música nº 17 - "AMHARBRAHMASEXTAS" - 23/11/2011 - Autor, letra e música: Ari A. Rodrigues.

Gosto de tomar cerveja, um petisco vai legal.
Acordo cedo chego tarde, no trampo é tudo igual.
Garçom traga uma cerveja, Brahma é natural.
Tem que ser gelada, a turma é legal.
Bebo Brahma, bebo Brahma,
Bebo Brahma, bebo Brahma,
Brahma eu bebo e a turma é legal.
Ritual sagrado as sextas é normal.
Amor vou chegar tarde o dia é especial.
Madrugada vou embora, hoje durmo o dia inteiro,
E também domingo, pra segunda acordar cedo.
Bebo Brahma bebo Brahma,
Bebo Brahma bebo Brahma,
Brahma eu bebo e a turma é legal.

sábado, 9 de fevereiro de 2013

Música n° 16 - Sementes - 09/02/2013 - Autores, Letra: Elvira Gaioli; Música: Ari A. Rodrigues.

Plantei no jardim da vida
Um sonho que idealizei
Pra ver a planta nascida
Com amor fertilizei.
Felicidade, com amor fertilizei.
Felicidade, com amor fertilizei.
O tempo passou depressa
E a plantinha não nascia
Reguei então com promessa
De amor, feita em noite fria.
Felicidade, de amor em noite fria.
Felicidade, com amor em noite fria.
Mas o tempo então foi passado
Sem a plantinha nascer
Joguei então um punhado
De esperança e bem-querer.
Felicidade, de esperança e bem-querer.
Felicidade, foi por querer.
E então, a planta nasceu
Mas...oh, que infelicidade
Os frutos que ela me deu
Foram todos...de saudades.
Oh...infelicidade, foram todos de saudade.
Oh, Oh, Oh...infelicidade, foram todos de saudade.
Plantei no jardim da vida...um sonho...que idealizei.